Busca
Desenvolvimento e Inovação
Cadastro
Links
Biblioteca
Enquetes
Fórum
Downloads
Vídeos
E-mail:
Senha:


Como divulgar minha empresa

Telefone:

(11) 98625-2552

www.iatdi.com.br

Jornal on-line

EUA debate uso de shale gás

A polêmica sobre a perfuração hidráulica (hydraulic fracturing) continua nos EUA. No momento, o impasse é causado pelas companhias energéticas que estão avançando para áreas altamente populosas, como no Texas. Verdadeiras batalhas judiciais estão sendo travadas para decidir quem pronunciará a última palavra sobre permitir ou não a perfuração próximo a áreas populosas. Essa situação é bem mais complexa do que parece, pois as cidades se posicionam contra as empresas produtoras de energia e, por outro lado, estão os governos estaduais almejando o crescimento da indústria local (e maior arrecadação). Com isso, uma pergunta precisa ser feita: quanta autoridade os municípios americanos devem ter sobre o uso de suas terras? Na Pensilvânia, por exemplo, está em andamento uma ação com intuito de limitar o direito de uma comunidade, para controlar onde as companhias privadas de energia podem operar. Os críticos afirmam que tal medida pode enfraquecer o zoneamento local, ou seja, a distribuição de terras e promover vantagem à indústria em troca de novas taxas.

É claro que existe a necessidade urgente em monetizar os investimentos com essa nova fronteira energética, mas sem dúvida, será com uma grande apropriação de terras por parte da indústria. E a questão mais preocupante seria como realizar o monitoramento e a fiscalização eficiente dessas áreas, para que não se torne uma exploração agressiva dos recursos naturais e acarrete em riscos à saúde da população. Além dos riscos (ainda não comprovados) à saúde e à segurança dos cidadãos ocasionados pela fratura hidráulica, há também a dúvida sobre o comprometimento das empresas em pagar os royalties sobre o uso da terra. Percebe-se, então, que o cenário se mostra realmente complicado e, nesse momento, os americanos se deparam frente a uma encruzilhada. E as escolhas futuras necessitarão ser feitas utilizando o bom senso, mas também, se apoiando no desejo comum da maioria dos envolvidos, caso contrário, o estilo de vida dessas pessoas sofrerá fortes alterações. MaxiQuim

Fonte: MaxiQuim 05/01/2012
Data da Publicação: 06/01/2012
Código de referência: 828


Envie esta matéria para um amigo
Seu nome: 
Nome do seu amigo: 
E-mail do seu amigo: 
 
 

Pesquisa no Jornal on-line
Utilize uma "palavra-chave" ou uma "frase exata" para realizar uma busca de matérias no banco de dados do Jornal on-line.
   
Pesquisar: 
 

Sobre esta tecnologia.

Tecnologia Site Inteligente Home : Contato : Mapa do Site